Intercâmbio FuelTech: do serviço militar à liderança técnica (e quase ao recorde mundial!)

março 30, 2021

O programa de intercâmbio da FuelTech já possibilitou experiências profissionais e pessoais a mais de uma dezena de membros do nosso time. A cada seis meses, dois membros da equipe trocam o Brasil pelos EUA e se juntam ao time da FuelTech USA. São pessoas apaixonadas pelo que fazem e que têm a oportunidade de conhecer e trabalhar de perto com os carros de competição (e de rua) mais rápidos do mundo. Quem já participou é unânime em dizer: são alguns meses que valem por anos.

A filosofia é a mesma adotada com relação aos produtos FuelTech: os módulos vendidos no mercado americano (e em qualquer outro lugar do mundo) são, rigorosamente, os mesmos disponíveis no Brasil. A fabricação também é toda feita na unidade brasileira, responsável pela exportação dos produtos aos mercados estrangeiros, tal qual pelo envio de membros de seu time para representar a empresa e expandir seus conhecimentos em outros locais.


Início como trainee, pioneiro no intercâmbio

O programa começou em 2015, com a ida para os EUA de um membro da equipe, que tinha como missão ajudar a implantar e estruturar a presença da empresa no mercado americano: era o engenheiro mecânico automotivo Luís De Leon. A ideia inicial era de que, a cada seis meses, um funcionário da matriz brasileira, em geral do suporte técnico, trabalhasse na unidade americana para adquirir conhecimentos e auxiliar nas atividades da empresa na face Norte do continente.

O intercâmbio abriu as portas para a ascensão profissional de De Leon: hoje, ele é diretor técnico da FuelTech USA, função que assumiu pouco após ter cumprido o serviço militar no Brasil. “Um ano após minha saída do exército (...), o Anderson [Dick, CEO da FuelTech] me ofereceu emprego na FuelTech. Comecei como trainee e cresci dentro da empresa. Hoje sou um dos parceiros aqui na divisão USA”, conta ele, em entrevista à prestigiada revista americana Drag Illustrated, maior publicação impressa dos EUA sobre arrancada.

Família, filhos, velocidade

Os laços de De Leon com a FuelTech e os EUA se aprofundaram cada vez mais: a esposa, Nathalia, também atua na divisão americana da empresa, na área de marketing. Em solo estadunidense, o casal está bem estabelecido e teve dois filhos. “Não esperávamos que isso fosse funcionar tão bem como funciona hoje. Temos recebido feedback de equipes que dizem se divertir mais fazendo 15 puxadas no dinamômetro do que em dois dias na pista”, disse De Leon para a Drag Illustrated, em relação ao trabalho na unidade americana.

Em paralelo com sua atuação à frente da área técnica da FuelTech USA e das raízes familiares que criou num novo país, De Leon ainda pode realizar um sonho: tornar-se piloto de arrancada. Em setembro de 2020, com um Camaro, ele tornou-se o segundo carro de motor nitro mais rápido do mundo em 201m na categoria Radial vs World, uma das mais prestigiadas da arrancada americana, com largadas na casa de 3s5 (sim: três segundos e meio). Nada mal para quem até então, como brincou Anderson Dick, havia tido como largada em pista de arrancada mais rápida da vida uma puxada de 14 segundos a bordo de um Kadett…

 Confira no vídeo mais detalhes sobre a trajetória do Luís:

E você, está preparado para encarar a busca pelos seus sonhos?

Se você deseja fazer parte do time FuelTech, envie um email para: curriculos@fueltech.com.br com seu Nome, Telefone e currículo.



Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Leia Mais!

Eles começaram suas carreiras aqui: histórias de estágio na FuelTech!
Eles começaram suas carreiras aqui: histórias de estágio na FuelTech!

julho 19, 2021 1 Comentário

Estagiários e aprendizes sempre tiveram espaço na FuelTech. Confira aqui duas histórias de membros de áreas distintas do nosso time que desde o estágio constroem suas carreiras conosco.

Clique e confira!

NOVA ATUALIZAÇÃO 4.7!
NOVA ATUALIZAÇÃO 4.7!

julho 15, 2021

Controle por referência externa, pacote de motos, integração Dynojet e outras NOVIDADES, confira!

Clique e confira!

Endurance: FuelTech vence e faz 1-2-3-4 na categoria dos protótipos mais velozes no Velopark
Endurance: FuelTech vence e faz 1-2-3-4 na categoria dos protótipos mais velozes no Velopark

julho 08, 2021

AJR de Vicente Orige e Gustavo Kiryla venceu prova de quatro horas no Velopark, com quatro carros equipados com FuelTech nas quatro primeiras posições da P1, a classe principal do Endurance

Clique e confira!