Nova Atualização 4.5!

janeiro 13, 2021

Novidades da Versão 4.5  


Clique no "+" e confira todos os detalhes das novas funções

 

CoMO ATUALIZAR?  

Antes de atualizar seu módulo, confira as instruções abaixo:

 

1º Passo – Antes de atualizar salve os mapas e logs salvos no módulo: Antes de mais nada é sempre bom fazer uma cópia dos mapas para o computador, então antes de instalar a nova versão, salve seus mapas importantes no computador, aproveite e baixe os logs que estão na memória do módulo FuelTech pois eles serão apagados após a atualização.

 

2º Passo - Baixe a versão 4.5 do FT Manager: FAÇA O DOWNLOAD DA NOVA VERSÃO AQUI  ou no menu "Softwares"  no site FuelTech.
Em seguida, abra o programa e aguarde o final da instalação. (Caso o Windows Defender apresente um aviso na instalação, siga o procedimento no final da página.)

 

3º Passo - FT Updater: abra o software FT Manager, conecte o cabo nos FT450, FT500, FT500LITE, FT550 e FT600 e clique em “Ferramentas” e no ícone “ECU Updater”.

 

Uma nova janela surgirá, clique no botão “Download” e aguarde até o final da atualização, um aviso será exibido na tela. No espaço localizado na parte inferior da tela, chamado “Notas da versão”, estão descritas todas as novidades.

 

Compatibilidade com FT Input Expander 


O FT Input Expander é um módulo expansor de entradas para linha PowerFT (FT500 / FT500LITE / FT450 / FT550 / FT550LITE / FT600). Possui 20 entradas para leituras de sensores (como: pressão, vazão, temperaturas, posição e acionamento de funções através de chaves ou botões), e 4 entradas para leitura de rotação e velocidades.

Possui integração total com o software FTManager permitindo uma configuração simples e rápida na mesma interface utilizada para configuração das ECUs PowerFT

A comunicação com a ECU é facilitada e feita através da rede CAN

 

Nova função Anti Lag / Pops and Bangs / Freio Motor 

 

A função Anti-lag / Pops & Bangs / Freio motor é muito versátil e permite diferentes configurações para o efeito desejado no funcionamento do motor. Todos os ajustes neste menu são independentes dos mapas de injeção e ignição, e permitem configurar um botão externo ou na tela da ECU (dashboard) para habilitar a função em qualquer momento.

Anti-lag: principal uso para motores turbo, onde durante uma desaceleração busca-se manter a turbina carregada e ao voltar a acelerar ter pressão de turbo já disponível. Para que isso ocorra, em geral, é preciso atrasar bastante o ponto de ignição, ter bastante entrada de ar na admissão (sugerido utilizar borboleta eletrônica, ou alguma válvula que adicione ar na admissão utilizando a Saída auxiliar Anti-lag) e corte de ignição para evitar que o RPM suba e empurre o carro nesse momento. O enriquecimento vai depender de cada situação. É preciso que o RPM de Anti-lag esteja de acordo com a configuração de motor e turbina para gerar pressão de turbo.

Pops & Bangs: utilizada para efeitos de pequenas explosões no sistema de escapamento, muitas vezes com tiros e fogo saindo na descarga. Os ajustes de combustível, ponto e corte de ignição, e abertura do atuador de marcha lenta são diretamente responsáveis pela intensidade dos efeitos, assim como a própria temperatura do escapamento. É recomendado utilizar o ponto de ignição próximo de 0º, ou um pouco negativo, enriquecimento suficiente para que a sonda trabalhe mais próximo de 1,00, corte de ignição acima de 40% e leve abertura do atuador de lenta para ter estouros mais fortes.

Freio motor: ajustes relativos a abertura de borboleta eletrônica, atuador de marcha lenta ou acionamento da Saída auxiliar Anti-lag permitem que em uma determinada situação de desaceleração seja possível alterar a intensidade do freio motor, também é possível ter pouco corte de ignição ou enriquecimento negativo de combustível para melhor ajuste. Recomendado para casos de motores de moto onde o freio motor muito forte pode acabar arrastando a roda de tração, demandando freio motor mais suave. Para isso pode ser utilizada a tabela por marcha de abertura, assim como uma rampa de acionamento.

Além das possibilidades de ajuste, é possível configurar o acionamento da função com um botão externo que pode ter funcionamento do tipo chave ou botão, opção de acionar o botão por 0V ou 12V, escolha para iniciar a ECU com o controle ligado ou desligado, opção para tensão de acionamento da Saída auxiliar Anti-lag e ainda condições para a atuação da função como relação com pedal de freio e embreagem acionados ou desacionados, TPS máximo, RPM mínimo, atraso de ativação após estar nas condições necessárias e rampa de acionamento que permite uma entrada mais suave das compensações de injeção, ignição e abertura da borboleta ou atuador de lenta.

 

Novo teste de compressão relativa de cilindros (FT450, FT550, FT600) 

 

Este teste monitora a queda de tensão durante a na partida do motor para estimar a compressão relativa entre os cilindros.

Cada tempo de compressão gera uma resistência mecânica e isso aumenta o consumo de corrente da bateria, causando uma queda de tensão.

O teste toma como base o cilindro que apresenta a maior resistência mecânica durante a partida e compara-o com os demais cilindros, por isso, é um teste de compressão relativa. 

 

Segunda função de Boostcontroller para sistemas turbo compound 

 

O Boostcontroller #2 funciona exatamente como o Boostcontroller #1, e essas funções podem operar de forma independente ou em conjunto para motores que possuem até 2 controles de wastegate, como sistemas compound de turbo.

A função de controle ativo de pressão da válvula wastegate é utilizado para controle mais preciso da pressão de turbo em carros de rua, circuito e principalmente arrancada. O controle pode ser efetuado por tempo após largada válida, marcha e RPM, marcha e tempo após troca, valor único, RPM do motor e velocidade de referência, além do controle com alvos específicos para arrancada (2step, 3-step e burnout).

Esta função atua controlando a pressão na parte superior da válvula Wastegate (reguladora de pressão de turbo no escapamento). Portanto, a pressão que esta função controla não é a pressão de turbo diretamente. Esta é determinada pela carga da mola da válvula wastegate MAIS (+) a pressão na parte superior da MENOS (-) o efeito de contrapressão no escapamento.

Por Exemplo: A mola da válvula wastegate for de 0,5bar e for colocado 0,3bar de pressão na parte superior da válvula pela função de BoostController, então a pressão de turbo no coletor de admissão será aproximadamente 0,8bar (0,5 "mola" + 0,3 "boost" = 0,8bar).

Esta regra pode ser usada como uma estimativa de pressão de turbo no coletor de admissão, porém essa relação não pode ser garantida para todos os casos.

Na atualização 4.5 o alvo do BoostController será atualizado para -0,3bar quando ocorrer erro de pressão máxima.

 

Nova função Push to pass (P2P) 

 

Função que altera a abertura máxima da borboleta eletrônica instantaneamente ao acionar o botão ou chave P2P (push to pass).

Necessário Botão P2P configurado no menu Sensores e Calibração, Entradas.

Existem 2 maneiras de configurar a função:

Aumentar a abertura máxima da borboleta com o botão P2P acionado (recomendado): configurar a abertura máxima da borboleta nesse menu (botão P2P ativado) e configurar a abertura padrão (botão P2P desativado) no menu Configurações do motor, Pedal / Borboleta, item Limite de abertura da borboleta.

Diminuir a abertura máxima da borboleta com o botão P2P acionado: configurar a abertura padrão da borboleta nesse menu (botão P2P ativado) e configurar a abertura máxima (botão P2P desativado) no menu Configurações do motor, Pedal / Borboleta, item Limite de abertura da borboleta.

É possível estipular também um tempo máximo de atuação do P2P até um novo acionamento. O tempo máximo configurável é de 30s.

O acionamento do Botão P2P pode ser feito por uma entrada analógica, com acionamento em 0V ou 12V. Outra opção é utilizar um botão em um SwitchPanel via rede CAN.

 

Novo controle de compressor pneumático 

 

Controle de acionamento de compressor para sistema pneumático. Possibilidade de acionamento somente com motor ligado ou em qualquer situação.

O controle funciona baseado nos limites de pressão, valor de pressão menor que o mínimo vai acionar o compressor e manter ligado até atingir a pressão de desligamento.

Os tempos mínimo para manter ativado e mínimo para manter desligado têm prioridade sobre os valores de pressão, significando que se o tempo mínimo ativado for maior que o necessário para atingir a pressão máxima o compressor continuará acionado, assim como se a pressão cair para um valor menor que e o tempo mínimo desligado não for atendido o compressor ficará desligado.

Para eliminar o tempo do controle configure 0s em ambos os campos.

Caso o sensor esteja desconectado o compressor seguirá o tempo mínimo ativado e tempo mínimo desligado.

É preciso configurar a tensão de acionamento da saída, assim como o sensor Pressão do compressor de ar (menu Sensores e Calibração, Entradas) e a saída Controle de ar comprimido (menu Sensores e Calibração, Saídas) para o correto funcionamento.

 

Nova opção para configurar uma saída de injeção auxiliar (duplica saída de injeção de outro cilindro) 

 

Possibilidade para duplicar uma saída de injeção de um cilindro na sua FT500, FT550, FT600.

As saídas auxiliares serão configuradas manualmente, conforme a função desejada, nas saídas (fios de cor azul, cinza ou amarela) que não foram utilizadas como saídas de injetores ou de ignição.

O pulso da saída será o mesmo aplicado na saída de injeção principal daquele cilindro. Para informações sobre a programação destas saídas, consulte o capítulo 19 do manual da ECU.

 

 Limitador de RPM individual por marchas

 

Tabela com valores individuais de limitador de RPM por marcha, muito utilizado para carros de circuito onde o limite de giro pode ser diferente para a última marcha, preservando motor e câmbio em marchas mais baixas.

 

Nova opção para desligar a malha fechada 

 

Nova opção para desligar a malha fechada durante redução de potência na troca de marchas (GearController e Saída par troca de marchas).

 

 Novas opções de segurança do botão de partida

 

Novas opções de segurança do botão de partida: permitir acionamento somente com freio, embreagem, Park ou Neutro acionado

 

 Nova opção de alarme de pressão de óleo por tabela de rpm com tempo de confirmação editável

 

Opção de alarme que permite configurar uma curva de limite mínimo de pressão de óleo por RPM. Isso garante proteção do motor em alto e baixo RPM, seguindo a curva de pressão da bomba de óleo, evitando também a intervenção do alarme em condições que a pressão é normalmente mais baixa.

 

 Novos alertas

 

- Novo alerta de superaquecimento de EGT individual
- Novo alerta de excesso de rotação de turbo
- Novo alerta de variação de pressão do cárter
- Novo alerta de mapa incompleto na interface da ECU

 

 Opção de configuração da posição de instalação da FT em relação ao veículo para funcionamento do acelerômetro interno

 

As configurações de Posição da ECU, Sentido da aceleração e Sinal da aceleração podem ser alteradas para que o acelerômetro interno da ECU coincida com a posição intalada da mesma, garantindo leitura correta das informações da dinâmica do veículo.

 

Nova opção para desligar a borboleta eletrônica e o atuador de marcha lenta quando a ECU estiver sem rotação por tempo determinado

 

Opção que desliga os motores da borboleta eletrônica quando o motor do carro está desligado, evitando aquecimento e desgaste da borboleta.

 

Nova opção de receber leituras de velocidades individuais de roda via FTCAN2.0


Faça a leitura de velocidade dianteira e traseira via FTCAN 2.0 e libere mais entradas de seu módulo FuelTech para outros sensores.

 

Novo Evento de status quando ocorrer timeout durante o transbrake

 

Status eventos é um menu de diagnósticos do módulo FuelTech, neste menu estão informações de diagnósticos muito importantes principalmente para encontrar problemas de leitura de rotação e instalação de borboleta eletrônica.

 

Novo sensor predefinido de ar comprimido

 

Esta função monitora a pressão em um reservatório de ar comprimido, muito útil para veículos equipados com câmbios de acionamento pneumático

 

Correções

 

- Corrigido erro de exibição do canal da FTSPARK B quando somente existe a versão FTSPARK A na rede CAN

- Corrigido o teste de ignição da FTSPARK via serial bus quando utilizado junto com FT450

 


AVISO DO WINDOWS DEFENDER SMARTSCREEN

O Windows Defender SmartScreen pode exibir uma mensagem de aviso ao instalar o Software FT Manager, abaixo estão os passos A e B para instalar o FT Manager se isso acontecer com você:

A - Clique em "Mais Informações":

 

 

B - Clique em "Executar assim mesmo", e logo após a instalação irá iniciar:

 

 

Em caso de dúvidas, entre em contato com o nosso suporte técnico:

Telefone: +55 (51) 3019-0500
Email sac@fueltech.com.br
Whatsapp Suporte Técnico: (51) 99913-0687
Messenger FuelTech

Siga a FuelTech nas redes sociais!



Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Leia Mais!

Eles começaram suas carreiras aqui: histórias de estágio na FuelTech!
Eles começaram suas carreiras aqui: histórias de estágio na FuelTech!

julho 19, 2021 1 Comentário

Estagiários e aprendizes sempre tiveram espaço na FuelTech. Confira aqui duas histórias de membros de áreas distintas do nosso time que desde o estágio constroem suas carreiras conosco.

Clique e confira!

NOVA ATUALIZAÇÃO 4.7!
NOVA ATUALIZAÇÃO 4.7!

julho 15, 2021

Controle por referência externa, pacote de motos, integração Dynojet e outras NOVIDADES, confira!

Clique e confira!

Endurance: FuelTech vence e faz 1-2-3-4 na categoria dos protótipos mais velozes no Velopark
Endurance: FuelTech vence e faz 1-2-3-4 na categoria dos protótipos mais velozes no Velopark

julho 08, 2021

AJR de Vicente Orige e Gustavo Kiryla venceu prova de quatro horas no Velopark, com quatro carros equipados com FuelTech nas quatro primeiras posições da P1, a classe principal do Endurance

Clique e confira!