Função Flex Fuel: performance, economia e versatilidade em suas mãos

dezembro 24, 2020

Performance em suas mãos foi por muito tempo o slogan que usamos na FuelTech. Uma maneira de dizer que estava literalmente em suas mãos, por meio de configurações que o próprio usuário pode fazer pelo sistema touchscreen na tela de sua ECU, a chance de você aumentar a extração de performance e desempenho de seu veículo equipado com uma de nossas injeções.

Há um item nas ECUs da linha Power FT, no entanto, que representa um desdobramento deste conceito: a função Flex Fuel. Ela foi desenvolvida especialmente para os carros de rua, em busca de mais versatilidade em seu projeto. Assim, sem sequer precisar alterar o mapa de seu módulo, você pode alternar no seu veículo o uso de etanol (que permite melhor desempenho) e gasolina (com mais autonomia e economia).

Ou seja, a função Flex Fuel não só deixa a performance, mas também a economia e a versatilidade em suas mãos.


Sem trocar de mapa

A função Flex Fuel encontrada nas FuelTech FT450, FT550, FT550LITE e FT600 tem como base o sensor flex presente em carros de produção nacionais e importados. O sensor (vendido separadamente) pode ser instalado na linha de envio de combustível em carros com linhas de tamanho original. Para carros preparado, com linhas AN, é preciso instalá-lo no retorno da linha, para não causar restrições no fluxo de combustível.

O sensor mede o percentual de etanol no tanque, que necessariamente irá variar entre 100% (tanque totalmente abastecido com etanol) e 30% (percentual do mesmo presente na gasolina vendida no Brasil). O acerto da FuelTech é facilitado pelo uso de sete tabelas de acertos existentes no software das ECUs, que são ajustáveis, atuam em tempo real no mapa e contam com compensação no percentual de injeção. “A compensação dos mapas feitas pelas tabelas do software é perfeita e imediata”, reforça o membro do suporte técnico da FuelTech, Vinícius Rebello.

Rebello, diga-se, é uma prova viva de como a função se aplica em absolutamente qualquer veículo: ele se aproveitou dos benefícios da função Flex Fuel apenas com a instalação de um sensor e o uso de uma FuelTech FT600 em seu carro, uma Chevrolet Ipanema - fabricada em 1994. Assim, altera entre etanol e gasolina para o uso do veículo, o que não era possível na versão original da Ipanema.


Alterações em tempo real

Com a função, o usuário pode misturar as quantidades que desejar de gasolina e etanol no tanque do seu carro. O sensor também mostra a temperatura do combustível no painel da ECU. “O módulo FuelTech vai ler o percentual de etanol no tanque e fazer as alterações necessárias, sem que o usuário precise efetuar a troca do mapa”, assinala Rebello.

As alterações feitas automaticamente pela ECU afetam mapas de partida, injeção rápida, alvos de malha fechada, compensações no ponto de ignição (já que a gasolina aceita menos ponto de ignição do que o álcool). As alterações podem chegar até à pressão de turbo do veículo. “O sensor pode indicar que a turbina tenha mais pressão em caso de uso de álcool ou menos pressão em caso de uso de gasolina. Tudo isso é mapeável na ECU”.




Leia Mais!

FuelTech Off Road: Torne seu jipe ou gaiola um campeão!
FuelTech Off Road: Torne seu jipe ou gaiola um campeão!

junho 17, 2022

Os módulos FuelTech fazem cada vez mais sucesso entre os jipeiros. Confira algumas das funções que podem ajudar seu projeto, não importa o terreno em que você for acelerar!

Clique e confira!

FT Education: os 10 anos da fábrica de campeões da FuelTech
FT Education: os 10 anos da fábrica de campeões da FuelTech

maio 25, 2022

Conheça nossa divisão de treinamentos, que há uma década forma profissionais campeões e qualifica a mão de obra do mercado de alta performance!

Clique e confira!

Como instalar FuelTech?
Como instalar FuelTech?

maio 12, 2022

Quer melhorar o gerenciamento do seu projeto de rua ou pista com a FuelTech e não sabe por onde começar com a instalação? Confira aqui todos os detalhes de como e onde instalar!

Clique e confira!