Nova Atualização 3.4 para FT500, FT500LITE e FT600!

Junho 15, 2018

Nova Atualização 3.4 para FT500, FT500LITE e FT600!

A Nova versão 3.4 para os módulos FT500, FT500LITE e FT600 está disponível para download, confira o guia de instrução para utilizar as novas funções. 

Antes de atualizar seu módulo, confira as instruções abaixo:

1º Passo – Antes de atualizar salve os mapas e logs salvos no módulo: Antes de mais nada é sempre bom fazer uma cópia dos mapas para o computador, então antes de instalar a nova versão, salve seus mapas importantes no computador, aproveite e baixe os logs que estão na memória da FT500 pois eles serão apagados após a atualização.
 

2º Passo – Baixe a versão 3.4 do FT Manager: FAÇA O DOWNLOAD DA NOVA VERSÃO AQUI ou no menu "Softwares" no site FuelTech.

Em seguida abra o programa e aguarde o final da instalação. (Caso o windows defender apresente um aviso na instalação, siga o procedimento no final da página.)

 

3º Passo - FT Updater: abra o software FT Manager, conecte o cabo USB no módulo FT500, FT500LITE ou FT600 e no computador, clique na aba “Ferramentas” e no ícone chamado “ECU Updater”. 

 

Uma nova janela surgirá, clique no botão “Download” e aguarde até o final da atualização, um aviso será exibido na tela. No espaço localizado à direita da tela, chamado “Notas da versão”, estão descritas todas as novidades.

  

 Novidades da versão 3.4 : 


NOVAS FUNCIONALIDADES:

  • Controle de tração ativo

O controle de tração ativo foi desenvolvido para controlar destracionamento (slip) em níveis ideais para a máxima tração, com isso se adaptando as condições de tração disponíveis, pois busca manter o destracionamento em percentual de diferença de velocidade de tração e velocidade de referência constante.

Utilizando a velocidade de referência do veículo pela leitura de velocidade de roda de arrasto (roda traseira num veículo tração dianteira, roda mais lenta num veículo de tração integral ou roda dianteira num veículo tração traseira que não empina por muito tempo) ou em veículos que a roda dianteira fica no ar por muito tempo, pelo acelerômetro integrado da FT600 (que permite calcular a velocidade em aceleração sem qualquer sensor externo em  modo de largada).

O controle busca manter um percentual de destracionamento (% de slip) alvo para manter a máxima aceleração do veículo. Como exemplo se a velocidade de referência está em 100km/h e a de tração está em 110km/h, o destracionamento nesse momento é de 10%.

O controle inicia a atuação quando o destracionamento (slip) ultrapassar o valor inicial, após esse valor ele passa a considerar os alvos programados nas tabelas conforme cada modo:

  • Modo por tempo após largada: Indicado para arrancada
  • Modo por RPM do motor: Indicado para rua e circuito
  • Modo por velocidade do veículo: Indicado para rua, circuito e arrancada

Cada modo do controle possui até 6 tabelas que podem ser vinculadas às marchas, tendo então uma tabela de alvo de destracionamento por marcha, ou a alguma seleção externa seja no painel de instrumentos, por botão externo ou sensor analógico, permitindo um ajuste externo e fácil de nível de destracionamento para diferentes condições, por exemplo pista seca ou molhada, rua ou pista, etc. 

            O controle conta ainda com outras configurações:

  • RPM mínimo: O controle permite um destracionamento (slip) acima do programado para baixas velocidades. É na pratica o mínimo RPM que o motor consegue sustentar força suficiente para manter patinando a roda de tração até que o veículo atinja uma velocidade suficiente para controlar a tração num RPM de motor acima do mínimo.
  • Velocidade mínima e máxima: O controle é desativado abaixo da velocidade mínima e acima da velocidade máxima
  • Desativação após troca de marcha: Permite desconsiderar destracionamentos logo após uma troca de marcha.
  • Tempo de ativação após largada: Permite manter algum outro tipo de controle num tempo definido após a largada válida para após então ativar o controle ativo. 

A ativação do controle pode ser através de: chave ou botão externos, painel de instrumentos, somente nas largadas válidas ou sempre ativada.

 

 

Exemplo tabela 1 de alvo por velocidade do veículo: 


 

  • Nova estratégia de controle de limitador de RPM utilizando o método de redução de potência de alta resolução: 
    • Controle de ponto de ignição com atraso em alta resolução individual por cilindro permite auxiliar ou substituir o corte de ignição tradicional para 2-step, 2-step em burnout e 3-step aplicando pontos tão atrasados que funcionam como limitador de rotação pois não gera potência para acelerar o motor e ao mesmo tempo tem diversas vantagens:
      • Diminui consideravelmente o tempo de enchimento do turbo em corte de arrancada
      • Mantém os cilindros e velas de ignição em condições de máxima eficiência, melhorando a largada sem precisar recuperar condições de cilindros muito afetados pelo corte
      • Permite utilizar RPM mais baixo ou maior pressão no mesmo RPM, pois consegue gerar mais pressão que o método tradicional.

 

  • Pacote para carros de rua:
    • Horímetro total e parcial: permite gravar a quantidade de horas e minutos que o motor funcionou efetivamente, o parcial ajuda a controlar manutenção e o total em geral para controlar a vida do motor.




    • Odômetro total e parcial (protegido por senha de manutenção)

    • Criação da nova senha de manutenção: protege a edição do horímetro total e odômetro total.
    • Farol alto e baixo (sensor predefinido com indicação nos LEDs laterais da FT600)
    • Luzes de conversão direita e esquerda (sensor predefinido com indicação nos LEDs laterais da FT600)
    • Sensor predefinido de pressão de água do motor

 

  • Pit limit / limitador de velocidade
  • Configura a velocidade de limite ao pressionar um botão, permite utilizar com um botão externo para carros de circuito que tem que respeitar o limite de velocidade nos boxes e pode também ser utilizado em carros de rua como limitador de velocidade de segurança (por exemplo para manobrista) com uma chave de ativação.
  • Permite configuração de funcionamento no LED lateral da FT600 (LED ligado quando botão acionado e piscando quando o controle está atuando)

 


  • 2-Step:
    • Inserido abertura máxima da borboleta eletrônica, permitindo precisamente estabelecer qual abertura durante o 2step da borboleta eletrônica.
    • Opção de uso da nova função de limitador por atraso de ignição conforme descrito anteriormente.

 


  • Controle de Eletroventilador por PWM
    • Permite selecionar qual o PWM para diferentes temperaturas e para quando o AC estiver ligado.

 


  • Saídas genéricas
    • Nova função que permite configurar até 8 saídas associando uma entrada (entrada branca ou SwichPanel-8) e uma saída e definindo a forma de atuação, se em forma de botão ou chave
    • Podendo ser utilizada para acionar através da ECU saídas como faróis, bomba de água do watercooler, ou qualquer dispositivo que seja manualmente acionado.

 


  • Adicionada compatibilidade com OEM CAN na FT600:
    • Corvette C7
    • Camaro (5ª geração)
    • Cadillac CTS-V 2009

 

  • Opção de configuração de MAP externo
    • Sensores pré-definidos: GM 1 bar, GM 1,05 bar, GM 2 bar, GM 3 bar, GM 3,05 bar ou customizado disponível para utilizar um sensor MAP externo.
    • Opção de configuração de filtro digital e níveis de suavização do MAP interno ou externo.

 

Exemplo de configuração com MAP interno:

 

Exemplo de configuração com MAP externo: 

 

  • Notificação de atualização do FTManager
    • Verificação automática por novas versões do FTManager disponível para download avisando ao usuário que pode escolher se deseja baixar a nova versão.



  • NHRA
    • Versão que atende o regulamento 2018 da NHRA, onde somente produtos homologados poderão ser utilizados, FuelTech é homologado NHRA.

 

MELHORIAS:

  • Compensação de Ignição na troca de Marcha
    • Passa a ter tabela de até 8 pontos de atraso por troca de marcha, permitindo maior controle da potência em uma troca de marcha.

 

  • Saída para a troca de marcha
    • Novas configurações disponíveis: duração do corte, ponto de ignição no corte e percentual de corte agora podem ser ajustados individualmente por cada marcha, permitindo ajuste perfeito para veículos que precisam duração menor em marchas altas, como as motocicletas por exemplo.

 

  • Controle de alinhamento
    • Tempo máximo de funcionamento configurável (para impedir superaquecimento do solenoide do transbrake)
    • Incremento da intensidade de atuação a cada número de pressionamentos do botão (configuráveis), desenvolvido para situações onde a transmissão teve alguma mudança de comportamento e o nível configurado não é o suficiente para movimentar o veículo no número normal de pressionadas ao botão de alinhamento.
    • Possibilidade de configurar um LED lateral na FT600 indicando quando a função está ativa
  • Criado seleção de quando ativar a função (2-step, 3-step), podendo ser ou não utilizada no 3-step agora (anteriormente era sempre em 2-step e 3-step).

 


  • Modo Burnout
    • Adicionada configuração de inicialização, que permite o modo burnout iniciar ativado, opção útil para carros de arrancada.

 

  • Detecção de marcha
    • Configuração de atraso de incremento de marcha após detecção, permite agora sincronização perfeita entre a atuação e a efetiva troca da marcha
    • Novo padrão de tempo limite para detecção de marcha, de 10ms para 1ms

 

  • Malha fechada de injeção
    • Opção de desligar ou congelar o valor aplicado no controle de malha fechada por um tempo definido após a detecção de uma injeção rápida (variação brusca do TPS), permitindo manter a malha fechada atuando em carros que o TPS varia, mas a sonda permanece com leitura estável.

 

  • Datalogger:
    • Opção para apagar LOG automaticamente quando atingir 100%, recomendado para quem deseja manter sempre gravando o log no veículo evitando que precise apagar a memória quando ocupa toda, perimindo que sempre se tenha os últimos logs de funcionamento.
    • Novos canais:
      • Temperaturas de pneus das 4 rodas
      • Temperatura da pista
      • Saída de 5V dos sensores interno da ECU
      • Canal digital indicando acionamento da injeção rápida
      • Canal digital indicando acionamento da injeção de decaimento
      • Canal digital indicando acionamento do cutoff
      • Canal digital indicando acionamento da lenta
      • Canal digital indicando acionamento da injeção pós partida
    • Aprimoramento da rotina de gravação da memória com melhoria na capacidade de gravação de canais em alta resolução.

 


  • Controle de marcha lenta:
    • Inserido opção para desconsiderar a velocidade do veículo para entrada e saída do controle de lenta.
    • Adicionados valores padrões de abertura para cada tipo de atuador (ETC, PWM e Motor de passo)

 


  • Saída ativada por tempo:
    • Adicionada seleção 0-12V para a saída

 

  • Alerta EGT
    • Permite a seleção dos canais geral, esquerda e direita (anteriormente somente os cilindros individuais eram considerados)
    • Cálculo passou a desconsiderar os sensores desconectados

 

  • FTManager:
    • Importar configurações de outro mapa:
      • Opção de importar configurações de RPM
      • Opção de importar configurações de entrada e saída
      • Opção de importar configurações de exibição do datalogger
      • Opção de importar configurações do painel de instrumentos

      • Remodelação da tela de controles baseados em tempo visando facilidade de uso
        • Adicionada opção de ativar e desativar as funções

        • Adicionada opção para visualizar ou ocultar uma curva

        • Novo ajuste de conversão de dados de cada canal de um log gravado que possibilita alterar as leituras conforme alteração de algum parâmetro
            • Exemplo corrigir o RPM do cardan quando troca a relação de coroa e pinhão e deseja refazer controles com base em um log antigo. 


        • Melhoria no protocolo da USB, tornando-o mais robusto em instalações ruidosas.
        • Adicionada opção de definir valores padrões nas tabelas durante a leitura de um mapa corrompido.

       

          • Melhorias gerais
            • Liberado a configuração de fase não utilizada para motores rotativos com rodas fônicas com dente faltando
            • Alterada a lógica para velocidades AWD (roda mais lenta passa a ser a referência e a roda mais rápida traseira passa ser a velocidade de tração)
            • Criado tempo de bloqueio por tempo do 3-step após largada para evitar ativação acidental do 3-step durante uma largada

       

       

      CORREÇÕES:

          • Painel de diagnóstico de partida: Os erros passam a ser exibidos apenas na fase de partida, quando o motor estiver funcionando é exibido uma mensagem indicando que nesta situação os erros devem ser vistos no log.
          • Reconhecimento de equipamentos CAN passa a ocorrer periodicamente e não apenas na inicialização (melhoria da inicialização de comunicação da FT500 com o GearController)
          • Corrigido problema que impedia o funcionamento do bloqueio de injeção por TPS na partida
          • Corrigido a inicialização automática do log após apagar todos os logs e atingir o ponto de início sem ter desligado o módulo.
          • Corrigido função de saída ativada por MAP quando os 2 valores são iguais.
          • Corrigida a associação de pinos do atuador de lenta (motor de passo) que estavam ficando no azul 8, cinza 1 a 3 e deveria ser no amarelo 1-4
          • Corrigido atualização dos componentes ativos na tela do dashboard
          • Corrigida a exibição do popup da interface ao enviar um mapa do FTManager (a janela permanecia em primeiro plano até que a peça fosse reiniciada)
          • Mudança do nome do canal (no log) de "Corte - limitador de cardan" para "Corte - velocidade" e "Corte - Roda/Cardan" (quando está selecionado por velocidade)
          • Corrigido desligamento do controle de malha fechada em estado de marcha lenta
          • Corrigido problema que impedia a inicialização da ECU se ignição configurada como FTSpark e nenhuma saída de ignição definida.

       

      O Windows Defender SmartScreen pode exibir uma mensagem de aviso ao instalar o Software FT Manager, abaixo estão os passos A e B para instalar o FT Manager se isso acontecer com você: 

      A - Clique em "Mais Informações":

      B - Clique em "Executar assim mesmo", e logo após a instalação irá iniciar: