Pole, vitória e dobradinha com FuelTech no Endurance em Curitiba

junho 09, 2021

Domínio dos carros equipados com FuelTech e emoção, literalmente, até a última volta. Essas foram as marcas da segunda etapa do Império Endurance Brasil em 2021. A prova foi disputada no último dia 5 de junho, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), região metropolitana da capital paranaense.

Foi um fim de semana para nosso time não esquecer tão cedo: no tradicional circuito paranaense, os carros equipados com nossos produtos cravaram pole position, vitória e dobradinha na geral e triunfos em todas as categorias de protótipos. Foram dois dias de atividades e quatro horas de prova que passaram como se fosse em instantes.


Show desde a classificação

A atuação inspirada de pilotos e máquinas equipadas com FuelTech começou no treino classificatório, quando dois carros com nossos produtos ocuparam a primeira fila. A pole position coube ao AJR #444 da equipe MotorCar, de Vicente Orige e Gustavo Kiryla, com tempo médio entre a volta mais rápida de cada piloto de 1:11.855. Ao seu lado, largou o outro carro da equipe na categoria P1, o AJR #11 de Emílio Padron, Marcelo Vianna e Lucas Kohl, o mais rápido da classificação, com o tempo de 1:11.497.

Outros dois carros com FuelTech, ambos da equipe Mottin Racing, largaram no Top 10: o AJR #46 de Andersom Toso e Christian Castro e o AJR #26 de Oswaldo Scheer e Gustavo Martins, na quarta e sétima colocações, respectivamente. Pela P2, Jindra Kraucher e Aldo Piedade Jr. fizeram a pole com o Sigma de motor com cabeçote Hayabusa 1,5L turbo, com 1:17.803. Já na P3, Marcelo Peixoto e os irmãos Gustavo e Rafael Simon conquistaram a posição de honra com seu MRX #56, com o tempo médio de 1:21.704.

Superação e drama

Depois de largar na primeira fila e dominar a hora inicial de prova, os AJR da MotorCar enfrentaram, por coincidência, um problema similar e quase simultâneo: um furo no pneu traseiro esquerdo na segunda hora de corrida. O contratempo custou uma volta ao AJR #11 e três voltas ao AJR #444, com Kiryla, que sofreu o furo no pneu metros após a entrada do box e, além de precisar dar uma volta inteira na pista com o pneu dilacerado, ainda viu os restos de borracha enroscados na suspensão.

Restou a ambos apostar na velocidade para buscar a recuperação. No início da hora final de prova, os dois protótipos AJR já estavam na mesma volta do líder. A 38 minutos do final, o carro #444, já com o experiente Orige de volta ao volante, assumiu a ponta enquanto esbanjava velocidade, ao cravar a melhor volta com 1:13.471, média horária de 181,051 km/h. Mais atrás, Lucas Kohl se livrava de adversários como outros AJR e um McLaren 720S GT3 para abrir perseguição a Orige.

A missão do piloto gaúcho foi dificultada pois a asa móvel de seu carro (em sistema similar ao da Fórmula 1) não abria totalmente. Nas duas últimas voltas, porém, a vitória caiu em seu colo quando o câmbio do carro do líder Orige travou em quarta marcha. Kohl realizou a ultrapassagem decisiva a meia volta do final e venceu com apenas 2s324 de vantagem sobre o companheiro de equipe.

Não, você não leu errado: a diferença do vencedor para o segundo colocado em Curitiba, após quatro horas de disputa, foi de menos de dois segundos e meio.

Festa completa

A festa da MotorCar Racing, chefiada pelo engenheiro Rafael Cardoso, ficou completa com a primeira vitória dos irmãos Simon e do companheiro Peixoto desde seu retorno à categoria, agora com motor Honda aspirado. O protótipo MRX, que soma dois títulos da categoria e estava afastado nas duas últimas temporadas, cruzou a linha de chegada na 13ª posição na geral.


Já o pódio na geral e na categoria P1, a principal entre os protótipos, contou com mais um membro do time FuelTech: o AJR #46 de Castro/Toso, quarto colocado, apenas um segundo à frente do McLaren GT3. Este foi o primeiro pódio do carro que é o sucessor de um dos modelos mais vencedores em provas de longa duração da história do automobilismo no sul do Brasil.


Na classe P2, mesmo sem ter recebido a quadriculada, o Sigma de Kraucher/Piedade foi o carro mais bem classificado da categoria e conquistou a vitória. O protótipo AJR #26, que andou a prova toda entre os cinco primeiros colocados, abandonou com um problema de câmbio na volta final de prova, mesmo motivo que impediu a participação do AJR #80, também equipado com FuelTech, de Alexandre Finardi, Witold Ramasauskas e Márcio Mauro.

A próxima etapa do Império Endurance Brasil acontece no dia 3 de julho, no Autódromo Internacional Velopark, em Nova Santa Rita (RS). Estaremos lá com a confiança e motivação em alta em busca de mais vitórias com os carros que levam nossa marca.

Texto: Gefferson Kern
Fotos: Willian Donizetti Inácio



Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Leia Mais!

Trabalho na FuelTech: compromisso com a saúde de quem é do nosso time!
Trabalho na FuelTech: compromisso com a saúde de quem é do nosso time!

setembro 17, 2021

Parceria Gympass e FuelTech , confira um dos benificios disponíveis para todos integrantes do time FuelTech.

Clique e confira!

FuelTech no Endurance: Vitória dominante e recorde agora no Velocitta!
FuelTech no Endurance: Vitória dominante e recorde agora no Velocitta!

setembro 08, 2021

AJR da equipe MotorCar, com Emílio Padron, Marcelo Vianna e Renan Guerra, chegou a estar duas voltas à frente de todos os carros e conquistou grande vitória no interior paulista!

Clique e confira!

LANÇAMENTO FT INJECTOR 320lb/h !
LANÇAMENTO FT INJECTOR 320lb/h !

agosto 04, 2021

A família de injetores de alta vazão da FuelTech aumentou, conheça o novo FT Injector de 320lb/h, qualidade e segurança para carros de rua e pista!

Clique e confira!