FuelTech com carburador: é possível?

maio 13, 2021

A injeção eletrônica surgiu para substituir o carburador como equipamento responsável pela alimentação de combustível ao motor. Sendo assim, é possível utilizar uma injeção eletrônica programável da FuelTech num carro ainda carburado? O técnico de suporte da FT, Lucas Klein, tem a resposta na ponta da língua: “é claro que pode!”. Veremos aqui o porquê.

Com a evolução obtida ao longo do tempo, a ECU, afinal, passou a servir para muito mais do que somente controlar a quantidade de combustível que chega até a câmara de combustão. Hoje, é possível usar um módulo FuelTech para monitorar e controlar funções do motor, como ponto de ignição, monitoramento da pressão de óleo e combustível e o uso do BoostController

 

Outra vantagem está na proteção oferecida ao equipamento. Na ECU FuelTech, é possível configurar diferentes formas de proteção ao motor, por excesso de RPM, pressão, temperatura ou aviso de pressão mínima e máxima de óleo e combustível. Assim, a ECU emite alertas em sua tela e pode colocar o motor em modo de proteção ou até desligá-lo, conforme a preferência do usuário.


DTC: A mistura na prática


Um caso clássico de uso da fórmula FuelTech + carburador está na categoria de arrancada Dianteira Turbo C (DTC - clique aqui e saiba mais), em que os carburadores ainda predominam - embora seja permitida a injeção eletrônica monoponto, ou seja, com somente um bico injetor. Pelo regulamento, o uso do distribuidor e o acionamento do BoostController apenas por botão são obrigatórios, o que aumenta a importância das funções oferecidas pelo módulo FT. 

O piloto Maurício de Leon, da equipe Guadalajara2 de Pelotas (RS), optou, por exemplo, em usar no seu VW Gol carburado uma ECU FuelTech FT400 com WB-O2 Nano. “Mesmo que a configuração seja mecânica, com o aumento e diminuição da giclagem do carburador, ou seja, com o aumento da passagem de ar e combustível, é possível fazer o monitoramento através de uma sonda de banda larga, tornando a mistura ideal para o projeto”, ensina Lucas Klein.


Rabbit, um carburado com FuelTech nos EUA


Outro exemplo de aplicação bem sucedida de módulo FuelTech num carro carburado foi feito por Tiago Kfouri, o TK, nos EUA: ele adquiriu um VW Rabbit GTI, com WB-O2 Nano e gerenciamento eletrônico comandado por uma FuelTech FT450. Assim, os mapas de ignição são controlados pela ECU, que apresenta datalogger com temperatura de ar, motor, óleo e combustível e pressão de combustível e óleo, confira mais informações no vídeo abaixo: 


 




Leia Mais!

FuelTech Off Road: Torne seu jipe ou gaiola um campeão!
FuelTech Off Road: Torne seu jipe ou gaiola um campeão!

junho 17, 2022

Os módulos FuelTech fazem cada vez mais sucesso entre os jipeiros. Confira algumas das funções que podem ajudar seu projeto, não importa o terreno em que você for acelerar!

Clique e confira!

FT Education: os 10 anos da fábrica de campeões da FuelTech
FT Education: os 10 anos da fábrica de campeões da FuelTech

maio 25, 2022

Conheça nossa divisão de treinamentos, que há uma década forma profissionais campeões e qualifica a mão de obra do mercado de alta performance!

Clique e confira!

Como instalar FuelTech?
Como instalar FuelTech?

maio 12, 2022

Quer melhorar o gerenciamento do seu projeto de rua ou pista com a FuelTech e não sabe por onde começar com a instalação? Confira aqui todos os detalhes de como e onde instalar!

Clique e confira!