FT450 x FT550: qual usar? Três dicas para você fazer a melhor escolha

dezembro 30, 2020

Aqui na FuelTech, temos um grande apreço por todos os produtos feitos em nossa fábrica. Cada item busca atender uma necessidade, um tipo de projeto, um perfil de cliente que quer buscar o melhor para sua máquina, seja de que natureza ela for, por meio de nossos componentes eletrônicos.

Hoje, buscamos auxílio do suporte técnico da FuelTech para esclarecer uma dúvida comum por aqui: qual destes dois módulos da linha Power FT devo escolher para meu projeto? FuelTech FT450 ou FuelTech FT550? O coordenador do suporte, Maurício Stumpf, nos dá três dicas importantes sobre as diferenças entre estas ECUs para que você faça a melhor escolha para sua necessidade.

Esperamos que esse pequeno guia lhe ajude. Se ainda assim ficar na dúvida, não pense duas vezes: entre em contato conosco.


Mais possibilidades

“A FuelTech FT450 seria indicada para projetos mais básicos, pois possui sete entradas, a metade das entradas da FuelTech FT550”, diz Stumpf (a título de comparação, a FuelTech FT600 possui 20 entradas). Neste caso, a mensagem é clara: um maior número de entradas permite mais possibilidades de uso da ECU. “As duas possuem conector compatível e dispensam a troca de chicote em caso de upgrade: se o proprietário possui uma FT450 e quiser atualizar para a FT550, basta apenas plugar a nova ECU no chicote já existente no conector A e fazer o chicote extra para o conector B”.



Acelerômetro interno e GearController

“A FuelTech FT550 possui acelerômetro interno e GearController integrado, além das entradas e saídas extras. O acelerômetro interno permite corte de giro em caso de empinadas de um carro na largada de uma prova, numa função presente também na FuelTech FT600”, ressalta. “A FT550 também faz o controle de borboletas de modo eletrônico, que pode deixar o acelerador mais rápido e abrir o corpo de borboletas antes de que o pedal chegue ao fim de seu curso, bem como pode tornar o acelerador mais suave, para uma dirigibilidade estilo original”, completa Maurício.

 

Facilidade para câmbio automático

Outra vantagem da FuelTech FT550 sobre a FuelTech FT450 se relaciona a veículos com câmbio automático. “A função para câmbio automático também está disponível na FT450, mas exige de cinco a seis saídas e sete entradas, conforme o câmbio. Uma ideia é utilizar a FT450 como controlador exclusivo de câmbio automático, mas o mais indicado seria o uso da FT550 para ampliar as funções”, explica Stumpf.

“Um detalhe importante: este é um controle de câmbio automático genérico. Recomendamos que o proprietário consulte o suporte técnico para verificar a compatibilidade do câmbio com a ECU”. O suporte faz essa análise a partir da avaliação do manual de serviço do câmbio e demais itens técnicos.

 



Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Leia Mais!

Eles começaram suas carreiras aqui: histórias de estágio na FuelTech!
Eles começaram suas carreiras aqui: histórias de estágio na FuelTech!

julho 19, 2021 1 Comentário

Estagiários e aprendizes sempre tiveram espaço na FuelTech. Confira aqui duas histórias de membros de áreas distintas do nosso time que desde o estágio constroem suas carreiras conosco.

Clique e confira!

NOVA ATUALIZAÇÃO 4.7!
NOVA ATUALIZAÇÃO 4.7!

julho 15, 2021

Controle por referência externa, pacote de motos, integração Dynojet e outras NOVIDADES, confira!

Clique e confira!

Endurance: FuelTech vence e faz 1-2-3-4 na categoria dos protótipos mais velozes no Velopark
Endurance: FuelTech vence e faz 1-2-3-4 na categoria dos protótipos mais velozes no Velopark

julho 08, 2021

AJR de Vicente Orige e Gustavo Kiryla venceu prova de quatro horas no Velopark, com quatro carros equipados com FuelTech nas quatro primeiras posições da P1, a classe principal do Endurance

Clique e confira!