FuelTech no Armageddon, a maior audiência da história da arrancada no Brasil!

julho 27, 2021

A quinta edição do Armageddon escreveu outra página na história da arrancada no Brasil: o maior desafio entre listas do país, realizado no último dia 17 de julho no Speedway Music Park, em Balneário Camboriú (SC), tornou-se a prova mais assistida da modalidade no país em todos os tempos. Foram mais de 350 mil visualizações no YouTube, em transmissão feita pelo canal Lista Área 43. Na hora da final, já no início da madrugada de domingo (18), mais de 30 mil pessoas assistiam à prova online, de forma simultânea.


O público que ficou ligado de forma maciça na prova não se decepcionou. A competição, com 128 carros, teve mais de 12 horas de disputas frenéticas e uma final decidida, literalmente, por uma roda: esta foi a vantagem visual do vencedor, o Opala V8 Nitro de Josimar Hudema (PR), da Teruo Motorsport, sobre o Camaro V8 Blower de Mairon Cezar (MG), da equipe Gêmeos Racing. As duas máquinas dispõem de gerenciamento eletrônico comandado pela FuelTech FT600.

Este foi o quarto título, em sequência, da lista Área 43, sediada em Londrina (PR) e que realiza suas disputas no autódromo da cidade. Ele faturou o prêmio máximo de R$ 40 mil, em um total de R$ 50 mil em premiação oferecida pela organização. Já a lista Área 34, da região de Uberlândia (MG) e que compete no Arena Race, na mesma cidade, chegou com o Camaro em sua primeira final da competição.

A prova ainda tornou Hudema o primeiro bicampeão do Armageddon, já que ele havia faturado a segunda edição da prova, em Campo Grande (MS). Para a equipe Teruo, foi o bicampeonato consecutivo da prova, já que o time do preparador André Teruo havia vencido a edição anterior, também na capital sul-mato-grossense, com o Chevette Godzilla, de Cadu Moreira.

Maioria e surpresas

Na prova em que toda largada é mata-mata, os carros equipados com FuelTech tiveram ampla maioria na lista de inscritos e na presença nas fases decisivas do evento. Os demais semifinalistas, por exemplo, usaram uma das configurações mais populares da prova: veículos VW Gol com tração 4x4, caso dos carros de Fábio Frozza (Área 45, de Cascavel/PR) e de Guilherme Jansen Karam (Área 42, de Guarapuava/PR), o chamado Gol Barnight, ambos equipados com FuelTech FT600.

 

O evento também teve espaço para zebras: o atual campeão Godzilla foi eliminado logo na primeira fase, ao queimar a largada contra o Gol de tração dianteira do gaúcho Wallace Henrique. O jovem piloto teve a oportunidade de acelerar em seu primeiro Armageddon ao lado do pai, Gelson Silva, de Chevette, ambos como representantes da Área 51, que compete no circuito de Tarumã, em Viamão (RS).


Outro nome de peso da arrancada brasileira, Helder Gandolfo também caiu na primeira fase com seu Camaro V8 Blower, ao ser derrotado num duelo de gigantes pelo Dodge Charger R/T V8 Nitro de Mário Andrade, da lista Área 17 (de São José do Rio Preto/SP). O monstro de motor big block seria derrotado mais tarde pelo finalista Mairon Cezar, seu companheiro de Gêmeos Racing.

 

Já Hudema chegou a causar uma interrupção na prova, quando seu Opala ficou com os freios travados na área de frenagem, o que causou muito trabalho para voltar aos boxes. Mesmo assim, a equipe recolocou o carro na prova com mudanças inéditas no mapa de injeção, sobre o que o preparador André Teruo se emocionou ao fim da prova: “posso tentar que não vou conseguir repetir nunca mais”, dizia sobre as alterações no acerto do carro.


Presente em todo o lugar!

O Armageddon ainda mostrou que possui espaço para carros diferentes e versáteis. Outra vez, entre os destaques, estiveram o Subaru do paulista Reinaldo Bellis Fernandes (Área 11, com provas em Interlagos/SP), o Custela, bem como o Audi TT RS de Coxinha Prando (MS), da Área 67, semifinalista da última edição. Ambos, além da arrancada, disputam competições como provas de Meia Milha, como a promovida tradicionalmente pela revista Full Power.

Em mais esta edição, a FuelTech esteve presente com suporte completo de pista, cobertura nas redes sociais e loja física, para atender a quem estava presente dentro dos protocolos sanitários para a realização da prova estabelecidos pelas autoridades locais. Na reta final, o fundador e CEO da FuelTech, Anderson Dick, também comentou, direto dos EUA, algumas das largadas decisivas da prova ao vivo na transmissão via YouTube. Dick ainda contou à audiência sobre desafios e novidades da empresa para o mundo da arrancada e da performance em geral.

A próxima edição do Armageddon está prevista para ocorrer no fim do mês de novembro. Segundo a Listas Brasil, entidade organizadora do evento, a próxima prova será nos autódromos de Curitiba, em Pinhais (PR) ou de Interlagos, em São Paulo (SP). Seja onde ou quando for, a FuelTech estará lá. Fique ligado conosco!



Deixe um comentário

Os comentários serão aprovados antes de serem exibidos.


Leia Mais!

Trabalho na FuelTech: compromisso com a saúde de quem é do nosso time!
Trabalho na FuelTech: compromisso com a saúde de quem é do nosso time!

setembro 17, 2021

Parceria Gympass e FuelTech , confira um dos benificios disponíveis para todos integrantes do time FuelTech.

Clique e confira!

FuelTech no Endurance: Vitória dominante e recorde agora no Velocitta!
FuelTech no Endurance: Vitória dominante e recorde agora no Velocitta!

setembro 08, 2021

AJR da equipe MotorCar, com Emílio Padron, Marcelo Vianna e Renan Guerra, chegou a estar duas voltas à frente de todos os carros e conquistou grande vitória no interior paulista!

Clique e confira!

LANÇAMENTO FT INJECTOR 320lb/h !
LANÇAMENTO FT INJECTOR 320lb/h !

agosto 04, 2021

A família de injetores de alta vazão da FuelTech aumentou, conheça o novo FT Injector de 320lb/h, qualidade e segurança para carros de rua e pista!

Clique e confira!