Novo recorde: o Corvette C8 mais rápido do mundo é da FuelTech!

outubro 19, 2021

Essa é para comemorar e muito: a partir de agora, o Corvette C8 mais rápido do planeta é nosso! O novo recorde mundial foi obtido no último mês de setembro de 2021 pelo CEO e fundador da FuelTech, Anderson Dick, a bordo de seu exemplar da primeira versão do Vette dotada de motor central.

A marca foi atingida menos de um ano após o carro ser adquirido, zero quilômetro, em uma concessionária do sul dos EUA. Desde então, o modelo recebeu upgrades como o gerenciamento eletrônico comandado por uma FuelTech FT600 e duas turbinas acrescidas ao motor originalmente aspirado, tudo planejado e executado na FuelTech USA.


A transformação do Corvette em recordista internacional ocorreu em meio ao andamento de outros projetos, como a
Ferrari F355 da FuelTech e o Mercedes 190E Cosworth FTSenna. Toda a saga dos projetos você pode conferir no canal de Anderson Dick no YouTube.

A caminhada rumo ao recorde

No fim de semana do recorde, a primeira largada teve o carro com acerto idêntico ao utilizado no recorde de potência no dinamômetro. Nesta primeira fase, as melhores puxadas do carro apresentaram tempos de pista de 9s27 e 9s17. Tais marcas representavam recordes pessoais para Dick e o Corvette, mas eram insuficientes para torná-lo recordista mundial.


A tática para melhorar o tempo no último dia de atividades na pista foi o uso do nitro, com a adição de 75 cavalos de nitro apenas na primeira marcha, para melhorar a tração do carro desde a imobilidade. “Deixei o nitro apenas bem no início da primeira marcha, só para manter o carro ‘de pé’ quando a turbina baixa”, descreveu Dick.

Os resultados foram imediatos: com o acréscimo do nitro, Dick foi à pista e virou 9s048 @ 153,47 mph (246,93 km/h), em parciais de 1s428 (60 pés), 3s896 (100m) e 5s907 (201m). A marca, que já representava a melhor marca para o carro no planeta, foi melhorada logo em seguida: 9s017 @ 153,13 mph (246,38 km/h), com parciais de 1s453 (60 pés), 3s888 (100m) e 5s885 (201m), novo recorde mundial para um Corvette em uma pista de 402m.

A marca, é claro, emocionou nosso fundador e todo o time que prestava apoio em busca do resultado. “Quando acontece isso, dá um nó na garganta. Passa um filme rápido, de tudo o que aconteceu, como foi… é indescritível”, contou um emocionado Anderson.

Outro recorde: o mais potente do planeta

O novo recorde de Corvette mais rápido do mundo foi precedido de outra marca: semanas antes, o carro se tornou o Corvette mais potente do planeta, com 1350 cavalos de potência na roda, aferidos no dinamômetro da FuelTech USA. Tal marca, porém, não foi atingida sem percalços: o carro chegou a sofrer uma quebra de motor antes de atingir tal cavalaria.

O recorde de velocidade foi obtido em largada de 402m (¼ de milha), durante fim de semana de corridas no Virginia Motorsports Park. Para alcançar a marca, Dick contou com suporte de pista da equipe brasileira Speed Unlimited e do diretor-técnico da FuelTech USA, Luís de Leon, que estavam no local para também acelerar suas máquinas.

A conquista demandou várias tentativas em pista, com acertos constantes de embreagem e trocas de marchas. “Esse carro é o maior desafio que já tive na minha vida. É o carro mais f*da, literalmente. E que deu as maiores alegrias também”, pontuou Dick.

Ainda mais cavalaria

Segundo Dick, a largada recordista do Corvette veio com acerto de motor com ainda mais cavalaria do que na aferição do recorde mundial de potência: na largada em que virou 9s017, o bólido apresentava 2,4/bar de pressão de turbo, enquanto no dinamômetro, estava com máximo de 2,1/bar de pressão.


“Não importa se é um recorde de carro, se é um projeto pessoal, construir uma casa… é fazer alguma coisa que você botou a mão, trabalhou para isso e fez”, refletiu Anderson. “Essa sensação é a maior recompensa da vida: não é o dinheiro, não é o resto. É poder fazer isso curtindo o processo. Ter paciência na hora em que dá errado, resiliência para entender que o sucesso e a vitória tem seus passos e, ao mesmo tempo, comemorar e curtir”, celebrou.

Depois de quebrar o recorde, o carro teve, de imediato, uma nova missão: levar Dick de volta para casa, em Ball Ground, no estado da Geórgia - e repetir o traçado de 800 quilômetros de rodagem que já havia cumprido na ida. Um esforço bem menor, certamente, do que o realizado dentro da pista.

A nós, na FuelTech, só resta comemorar! Mas não por muito tempo: movidos a desafios como somos, já estamos de olho na próxima missão a cumprir!

Ficha técnica - Corvette C8 FuelTech:

Motor: Chevrolet LT2 biturbo, 1350 cavalos

Gerenciamento eletrônico: FuelTech FT600

Turbinas: Garrett G35-900

Válvulas wastegate: Turbosmart

Embreagem: Dodson Stage 2

Rodas: Weld, modelo Laguna (drag racing), aro 18

Pneus: Mickey Thompson (radiais)